Anabolizantes
fisiculturista
São hormônios feitos de forma sintética, utilizados para o crescimento de tecidos do corpo com base no crescimento das células. São ingeridos, principalmente, por pessoas que desejam aumentar os músculos e a força física. A maioria dos usuários de anabolizantes é homem: entre 16 e 30 anos.  O órgão mais afetado pela utilização dessas substâncias é o fígado, o que acarreta em hepatomas e câncer no fígado. Entretanto, muitas pessoas utilizam de forma extrema essas substâncias, a fim de obter um resultado mais rápido e isso causa sérios efeitos colaterais como:  

  • acne;
  • calvície;
  • impotência sexual;
  • insônia;
  • crescimento de pelos;
  • distúrbios menstruais e  testiculares;
  • problemas nos tendões e ligamentos;
  • limitação do crescimento; dentre outros.

Os anabolizantes podem ser encontrados de quatro formas: cremes, supositórios, cápsulas e injetáveis. É uma substância muito utilizada por atletas para aumentar a resistência e a força; porém, elas são proibidas no esporte. Ou seja, o atleta que realiza o exame antidoping e é detectada a substância anabolizante, pode ser desclassificado e sofrer penalidades. O prejuízo trazido pelo consumo dos anabolizantes depende de diversos fatores. Dentre eles, a forma como são tomados, as dosagens, o período em que são utilizados, a idade e o sexo e o estado de saúde de quem o utiliza. O uso indiscriminado dessas substâncias pode acarretar também problemas no fígado e no rim, derrame cerebral, disfunção sexual, alterações de comportamentos e nervosismo. Há também o risco de contágio com doenças infecciosas, porque há o uso de esteroides com seringas não esterilizadas.

A venda de substâncias contrabandeadas é um problema que nem sempre é solucionado pelas autoridades competentes. Essa comercialização é feita em anúncios na internet com a venda de supostos produtos estrangeiros que, na verdade, são produzidos em fábricas clandestinas no Brasil. Atualmente, foi criada a WADA (World Anti Doping Agency) que é uma entidade que agrega laboratórios, cientistas e médicos de vários países com o intuito de coletar e detectar novas substâncias ilícitas.

homemforte.jpgTipos de anabolizantes

Deca-Durabolin (NANDROLONA)

É um tipo de anabolizante injetável, utilizado para a obtenção de massa muscular e é conhecida também como Nandolona, seu princípio ativo. É um dos anabolizantes mais utilizados no Brasil.

Durateston

É um tipo de esteroide injetável, é composto por 4 tipos de testosterona, que são: Decanoato de testosterona, Fenilpropianato de testosterona, Isocaproato de testosterona e Proprianato de testosterona.

Winstrol (STANOZOLOL)

É um anabolizante que pode ser encontrado na forma injetável ou em comprimidos. É um tipo androgênico (hormônio masculino) de forma moderada que é convertido em estrógeno (hormônio feminino).

GH (SOMA TROFINA)


É conhecido como o hormônio do crescimento e se trata de um composto de 191 aminoácidos. É um medicamento novo, caro e de curta validade. Pode causar deformidades em dedos, mandíbulas, dores nas articulações e nos músculos e alteração óssea do crânio. As vantagens que são oferecidas para quem utiliza GH é sua capacidade de fortalecer os órgãos, aumento do desempenho atlético e o aumento de massa sem gordura.

Hemogenim (OXIMETOLONA)


É um tipo de anabolizante em forma de comprimido que pode ficar no corpo por até 2 meses. É utilizada principalmente por culturistas e fornece ao usuário força e massa corporal. É um tipo androgênico transformado em estrógeno.

Clembuterol

Trabalha como estimulante de propriedades semelhantes à adrenalina. É um tipo termogênico e atua no corpo por 48 horas.

Anavar (OXANDROLONA)

Aumenta a explosão muscular e é um tipo androgênico convertido em estrógeno.

Proviron (MESTEROLONA)

Ele evita que um esteroide masculino seja transformado em um feminino e auxilia na redução dos efeitos colaterais (quando é associado a um esteroide).

academia Equipoise (BOLDENONA)

É um tipo de anabolizante de uso veterinário e causa o aumento de massa.


Site desenvolvido por KERDNA Produção Editorial LTDA